Empresa compra 5 hectares no Sitiolândia para construir até 300 casas populares

No formato de condomínio fechado ou conjunto habitacional serão construídas entre 200 e 300 casas de 48 metros quadrados.

A região já dispõe de rede de esgoto e o acesso será pavimentado. - Foto: Região News

Com a aquisição de uma área de 5 hectares na antiga Chácara Sitiolândia, a AB Forte Incorporações Ltda abre caminho para lançar provavelmente no final do segundo semestre deste ano, início de 2020, um empreendimento habitacional.

Até 2008 esta região era um dos vazios urbanos da cidade, quando o então governador André Puccinelli inaugurou 120 casas do Sidrolar. Em 2012 foram entregues mais 60 moradias, segunda etapa do residencial. Como é considerada uma zona de interesse social, chegou-se a ventilar a possibilidade do lançamento de um loteamento com terrenos de 200 metros quadrados, mas o projeto não foi levado adiante.

No formato de condomínio fechado ou conjunto habitacional serão construídas entre 200 e 300 casas de 48 metros quadrados, com todo acabamento (inclusive laje), ao custo de R$ 138 mil, com prestação em torno de R$ 600,00, financiamento do Programa Minha Casa, Minha Vida. “Vamos sentir a tendência do mercado e definir qual formato de projeto será implantado”, explica o empresário Valter Batista. A região já dispõe de rede de esgoto e o acesso será pavimentado.

A empresa planeja iniciar em maio a construção do seu primeiro empreendimento na cidade, um condomínio de 22 casas numa área de 4 mil metros quadrados na esquina das ruas Rodrigues Alves com Generoso Ponce, a poucos metros da principal via comercial da cidade, a Avenida Dorvalino dos Santos.

Caberá à Imobiliária Clédio Santiani a comercialização das casas que começam a ser construídas em abril e com previsão de entrega até dezembro, no aniversário da cidade. O projeto prevê investimento de R$ 3 milhões e se destina a famílias com renda entre R$ 2 mil e R$ 5.600,00, prestações em torno de R$ 600,00, com prazo de até 35 anos para pagamento.