Prefeitura inaugura sexta-feira unidade central que também vai atender zona rural

O prédio passou por reforma e a partir do dia 15, terá duas equipes completas (com médico, dentista e enfermeiros).

Nova Unidade de Saúde da Família da área central e da zona rural será inaugurada na sexta - Foto: Lucas Nogueira/Região News

Com a presença do secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, a Prefeitura de Sidrolândia inaugura na próxima sexta-feira às 17 horas a nova Unidade de Saúde da Família da área central e da zona rural.

O prédio na Rua Rio Grande do Norte, que até fevereiro era o Centro de Especialidades Médicas, passou por reforma e a partir do dia 15, próxima segunda-feira, terá duas equipes completas (com médico, dentista, enfermeira) que serão remanejadas do USBF Jandaia e Cleide Piran, onde atendem pela manhã os moradores destas duas regiões. Por período são agendadas 16 consultas, mas são atendidos alguns pacientes adicionais de demanda espontânea. 

Segundo o secretário municipal de Saúde, Nélio Paim, o prédio passou por reforma e foram instalados consultórios médicos e odontológicos para atender os moradores da área central e da zona rural que estiverem.

“Vamos conseguir desafogar o atendimento nos postos Cleide Piran e Jandaia”, explica. Quem mora na área central só é atendido pela manhã no Cleide Piran, porque a tarde são consultados os moradores dos bairros que ficam no entorno. A equipe que atende a zona rural trabalha no posto do Jandaia, também pela manhã.

Na manhã desta quarta-feira, mais de 20 pacientes por volta das 9 horas aguardavam atendimento no UBSF do Jandaia onde foram informados que o médico não havia chegado.

Um dos pacientes, Celso de Souza, que mora no Assentamento Nazaré a mais de 70 quilômetros, na divisa de Sidrolândia com Nova Alvorada e o Distrito de Anhandui, sai de madrugada de casa para substituir a sonda.

Como o ônibus para o assentamento sai ao meio-dia, resolveu não esperar mais e foi procurar atendimento na UPA. Quem saiu de casa cedo, no Assentamento Eldorado, foi José Luiz que veio trazer a filha para consultar. "A gente gasta dinheiro com ônibus, lanche e chega para não ser atendido", reclama. 

A Secretaria Municipal de Saúde contestou a pouco que não tenha havido atendimento médico no posto Jandaia nesta amanhã. O Dr. Jean, segundo a informação atendeu, 24 pacientes.