Trânsito Urbano por Nelson Dias Neto

Os impostos arrecadados pelos proprietários de veículos são vultosos e deveriam ser mais bem aplicados pelo governo.

* Nelson Dias Neto é técnico agrícola, advogado e pedagogo. - Foto: Divulgação

Nossas cidades estão crescendo em todos os setores e é claro que o número de veículos aumentou muito nos últimos anos. Não tenho dados estatísticos em mãos, mas é só dar uma volta nas cidades que é visível pelo volume de veículos circulando, principalmente nos primeiros dias de cada mês, quando sai o pagamento de salários de todos trabalhadores.

Mas este crescimento está causando muitos problemas com acidentes, principalmente como motos dirigidas por irresponsáveis, que não respeitam as leis de trânsito e acham que são os donos das ruas. O mais comum é a ultrapassagem pela direita, que não é permitida pela legislação atual, além do excesso de velocidade e outros abusos mais.

Muitos condutores de veículos também não respeitam a sinalização, faltam sinaleiras e redutores de velocidade em vários pontos da cidade, que estão prejudicando em muito a segurança no trânsito, pois tem a grande maioria das ruas não tem sinalização de via preferencial e os acidentes acontecem quase que diariamente.

Muitas calçadas viraram estacionamento, sendo que alguns munícipes construíram até cobertura na calçada para proteger o seu veículo, prejudicando o direito constitucional de ir e vir dos pedestres, sem que as autoridades responsáveis tomem nenhuma atitude para combater estas irregularidades.

Um grande problema se encontra defronte os colégios, onde os motoristas estacionam em fila dupla e em cima da faixa de pedestres, prejudicando as crianças e Pais que querem usar o seu direito constitucional de ir e vir.

Os visitantes também encontram dificuldades em dirigir nas cidades, pois a falta de sinalização os prejudica muito e sempre acontecem acidentes com eles, inclusive alguns com caminhões que causam vítimas fatais.

Sabemos que a Policia Militar tem deficiência no seu efetivo e sempre faltam recursos o que prejudica o bom andamento dos trabalhos, mas teríamos que ter diariamente policiais de trânsito, circulando pela cidade e principalmente em frente os colégios, bancos, órgão públicos e supermercados, onde se tem a maior circulação de pessoas.

Os impostos arrecadados pelos proprietários de veículos são vultosos e deveriam ser mais bem aplicados pelo governo.

Não tenho intenção de criticar por criticar, mas precisaria reunir todas as autoridades responsáveis pelo trânsito e fazer um planejamento em todas cidades, implantando tudo o que for necessário para uma maior segurança de todos nós e aumentar a fiscalização na frente dos órgãos citados nos horários de maior utilização.

Com a minha modesta e leiga opinião espero estar contribuindo para a melhoria de nossa segurança e qualidade de vida.