Caminhoneiro diz que foi obrigado por traficante a levar uma tonelada de maconha em carga de milho

Após a droga ser encontrada no caminhão, motorista de 27 anos alegou ter sido vítima de cárcere e ameaças.

Polícia apreendeu uma tonelada e 300 gramas de maconha escondidas entre uma carga de grãos de milho - Foto: Divulgação

Policiais da Base Operacional Rodoviária de Aquidaban apreendeu uma tonelada e 300 gramas de maconha escondidas entre uma carga de grãos de milho em um caminhão Scania com dois semirreboques no km 105, da rodovia MS-164 em Ponta Porã. O caminhoneiro de 27 anos foi detido.

A apreensão da droga feita neste domingo (14) por volta das 06h20. O condutor alegou ter carregado os semirreboques com milho em fazenda em Maracaju, e os transportaria até o município de Paulínia (SP).

Contudo, no posto de combustível na cidade fronteiriça onde dormiria, teria sido rendido por um indivíduo armado que o obrigara a deitar-se na cabine, tendo tomado a direção do veículo e o conduzido até outro local onde outras pessoas teriam carregado a droga em meio à carga de milho.

Alegou ainda que permaneceu em cárcere no interior do veículo das 20h às 03h30, aproximadamente, da noite anterior, enquanto algo era carregado em meio à sua carga.

Informou também não saber sequer o conteúdo da carga que haviam colocado em meio ao milho e que o ameaçaram de morte caso perdesse a carga ou contasse a alguém, motivo pelo qual não contou a ninguém do ocorrido. 

Antes do entorpecente ser localizado, o motorista relatou aos policiais que teria ido até Ponta Porã para trocar alguns pneus do veículo. Após a droga ser encontrada no caminhão, ele alegou ter sido vítima de cárcere e ameaças.

O condutor foi preso por tráfico de drogas e encaminhado à Delegacia de Polícia de Ponta Porã. A droga e o veículo foram apreendidos.