Neymar é suspenso por três jogos por insultos a árbitros de PSG x United

Uefa anuncia punição ao brasileiro, que se irritou com pênalti contra franceses e ofendeu juízes em rede social.

Punição deve deixar Neymar fora de metade da fase de grupos da Champions — - Foto: Reuters

A revolta de Neymar com a arbitragem após a eliminação do PSG na Liga dos Campeões rendeu um gancho pesado ao brasileiro. A Uefa anunciou nesta sexta-feira que o atacante foi suspenso por três partidas por conta dos insultos aos árbitros do duelo de volta das oitavas de final, em março, diante do Manchester United, que venceu por 3 a 1, com um gol de pênalti nos acréscimos.

De acordo com comunicado da Uefa, Neymar foi punido por violar o artigo 15 do Código Disciplinar da entidade: atos de insulto contra o árbitro da partida. A punição - a mais longa que o jogador poderia receber - só pode ser cumprida em competições organizadas pela confederação europeia. Desta forma, o astro deve ficar fora de metade da fase de grupos da próxima Liga dos Campeões, único torneio da Uefa que o PSG jogará em 2019/20.

 

Fora de combate nas oitavas de final da Champions por uma lesão no quinto metatarso do pé direito, Neymar acompanhou o duelo contra o United nas tribunas do Parque dos Príncipes e depois desceu para a beira do gramado. Após a partida, ele usou as redes sociais para criticar a arbitragem.

O lance que causou a revolta de Neymar e dos torcedores do PSG ocorreu aos 48 minutos do segundo tempo, quando o United ganhava por 2 a 1 - resultado que classificaria os parisienses. Após um chute de Dalot, a bola desviou no braço de Kimpembe. O árbitro assinalou um pênalti após ser notificado pelo árbitro assistente de vídeo - depois, Rashford cobrou e eliminou o PSG.