Depois do racha interno, PSDB deve eleger Sérgio de Paula presidente

Articulador político do governador Reinaldo Azambuja, secretário assume comando da legenda com a missão de ampliar bases eleitorais

Mochi é abraçado por Sérgio de Paula - (Foto: Diogo Gonçalves)

Depois do racha interno provocado pela ambição política dos deputados federais Beto Pereira e Rose Modesto, os membros do diretório do PSDB devem eleger neste sábado (4), durante convenção regional, em Campo Grande, o secretário Sérgio de Paula (Articulação Política) para o comando da legenda em Mato Grosso do Sul. 

Sérgio de Paula chega ao comando do partido em Mato Grosso do Sul depois de uma queda de braço envolvendo os dois parlamentares tucanos. 

A eleição para a escolha da Executiva Regional e membros do diretório se dará por meio de chapa de consenso, após interferência do próprio governador, que se viu obrigado a enquadrar os correligionários para evitar fragmentação no seu grupo político. 

A votação será das 8h às 11h, na sede da legenda, na Capital. Sérgio de Paula vai suceder Beto Pereira por um mandato de dois anos com a missão de ampliar as bases eleitorais do PSDB em Mato Grosso do Sul.