Com proposta do Arsenal, Edu Gaspar vai deixar a CBF após a Copa América no Brasil

Ex-jogador do clube inglês aceitou proposta para retornar como diretor de futebol.

Tite e Edu Gaspar juntos: convocação da seleção para a Copa América será dia 17 de maio — - Foto: Pedro Martins / MoWA Press

Braço direito de Tite, Edu Gaspar está próximo de deixar a CBF. O coordenador técnico da seleção brasileira aceitou convite do Arsenal e vai retornar para o clube inglês após a Copa América. A informação é do "Blog do Juca", do jornalista Juca Kfouri.

Nem Edu Gaspar - que assinou por quatro anos após a Copa do Mundo de 2018, na Rússia - nem a CBF comentam o assunto. De acordo com apuração do GloboEsporte.com, Edu comunicou à CBF a decisão de deixar a confederação antes dos dois amistosos realizados em março, contra Panamá e República Tcheca.

Era desejo do ex-jogador trabalhar no mercado europeu e abrir as portas para carreira fora do país. Como jogador, Edu atuou pelos "Gunners", como o Arsenal é chamado, entre 2001 e 2005.

Em entrevista ao programa "No ar", do jornalista André Henning, no "Esporte Interativo", Edu Gaspar disse que estava focado na Copa América, mas que poderia conversar após a competição.

- Teve sim uma conversa com o Arsenal, interesse, e eu fui muito claro. Disse que estou 100% focado na Copa América, não converso sobre absolutamente nada por causa da Copa América. Se por acaso quiserem conversar comigo pós-Copa América, estou à disposição para que a gente possa conversar. Caso contrário minha cabeça está na Copa América - disse Edu.

Com nova gestão e Rogério Caboclo na presidência, a CBF tem nova diretoria e conta agora com Juninho Paulista como novo diretor de desenvolvimento, além de Branco na coordenação das categorias de base.

O nome mais cotado para assumir o lugar de Edu é o de Duílio Monteiro Alves, atual diretor de futebol do Corinthians e que foi dirigente do clube paulista na passagem de Tite pelo Parque São Jorge.