Cledinaldo assume liderança do Governo e aposta em acordo para aprovar suplementação e derrubar veto

Cledinaldo garante que o Governo tem os 8 votos necessários para aprovar a suplementação.

Vereador Cledinaldo Cotócio e prefeito Marcelo Ascoli durante caminha pela paz na manhã desta sexta-feira. - Foto: Vanderi Tomé/Região News

O vereador Cledinaldo Cotócio, que foi convidado e aceitou retomar a liderança do Governo no Legislativo, mostra confiança na aprovação iminente de um acordo com o presidente da Câmara, Carlos Henrique, para ele colocar em votação, se possível na sessão da próxima terça-feira, o projeto que amplia de 10 para 35% a suplementação orçamentária. A tramitação da proposta, encaminhada há mais de um mês ao Legislativo, travou nas comissões de Orçamento e Finanças e de Legalidade e Cidadania.

De acordo com Cotócio, que em 2017 também exerceu a liderança do Governo, com o entendimento, o projeto da suplementação será colocado para deliberação do plenário e em contrapartida os sete vereadores da base governista ficam liberados a votar pela derrubada do veto ao projeto da Mesa Diretora que muda o plano de cargos e carreiras dos servidores da Câmara.

Cledinaldo garante que o Governo tem os 8 votos necessários para aprovar a suplementação. “Acredito que estamos próximo do 9º voto”, afirma. Ele diz que seu papel na liderança será o de fazer a ponte entre Executivo e Legislativo e assim garantir a aprovação dos projetos encaminhados pelo prefeito.

Já o presidente da Câmara, Carlos Henrique, garante que tão logo o projeto da suplementação seja liberado pelas comissões, vai colocar em votação. “Vamos desobstruir a proposta e colocar em votação”, assegura.