Paralisação contra reforma cancela aulas na rede municipal na quarta

Aulas serão suspensas em todas as escolas municipais e centros infantis.

Escola Municipal Valério Carlos da Costa assim como as demais escolas não haverá aula. - Foto: Paula Lúcia/Região News

Os professores da rede municipal de ensino vão aderir nesta quarta-feira (15), a paralisação nacional em protesto ao texto da reforma da Previdência e contra o corte de verbas das universidades federais. 

Aulas serão suspensas em todas as escolas municipais e centros infantis. A reposição destas aulas foi marcada para o dia 8 de junho (um sábado). Haverá transporte escolar para os alunos da área rural e os CMEIS estarão abertos nesta data.

As mobilizações também devem servir de "esquenta" para a greve geral marcada para o dia 14 junho contra a reforma da Previdência.

A paralisação foi convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE) e pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee), e ganhou impulso após o corte de 30% nos recursos das universidades e institutos federais anunciado pelo governo.