Canários contrabandeados são sacrificados por não terem documentação sanitária, diz Iagro

Os 144 canários peruanos foram sacrificados e incinerados na sede da PMA em Corumbá.

Os 144 canários que sobreviveram após serem apreendidos no bairro Dom Bosco em Corumbá, no início da semana, foram sacrificados na quinta-feira (16) — - Foto: TV Morena/Reprodução

Os 144 canários que sobreviveram após serem apreendidos no bairro Dom Bosco em Corumbá, no início da semana, foram sacrificados na quinta-feira (16). Dos 160 pássaros encontrados com uma mulher, 13 já haviam morrido até a última quarta-feira (15).

De acordo com a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (IAGRO), as aves entraram em território brasileiro sem documentação sanitária obrigatória, e pelo fato de colocarem em risco a fauna avícola e a avicultura comercial, as legislações federal e estadual indicam o sacrifício sanitário.

Os 144 canários peruanos foram sacrificados e incinerados na sede da PMA em Corumbá.