Polícia confirma que jovem foi agredido e desovado em Campo Grande

A Polícia Civil confirmou que o corpo tinha marcas de agressões no rosto.

- Foto: Leonardo de França

Dener de Oliveira Gomes, 23 anos, foi morto em outro local e desovado em uma esquina da rua Cambuí, vila Nasser, em Campo Grande. O GOI (Grupo de Operações e Investigações) faz rondas na região para obter informações sobre o caso.

A Polícia Civil confirmou que o corpo tinha marcas de agressões no rosto. “Possivelmente um instrumento contundente o autor usou para matar a vítima”, destacou o delegado da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, Enilton Zalla.

Pelas marcas no corpo, a polícia acredita que Dener tenha sido morto na região e desovado no local ainda na madrugada. “A morte aconteceu de madrugada e notamos marcas de areia nas costas. Ele não sofreu os golpes naquele local, não estava andando por ali, possivelmente só foi desovado”, afirma a polícia.

O corpo de Dener de Oliveira Gomes foi encontrado na manhã deste domingo (19) na Vila Nasser. A vítima, que tem passagens por furto, tráfico de drogas e violação de domicílio, estava com sinais de espancamento e a boca dilacerada. Familiares desconfiam que o assassinato tenha ligação com uma certa quantia em dinheiro que ele recebeu do quartel, onde serviu por cinco anos.

 

Ainda, conforme informações de testemunhas, Dener morava na região, em um barraco junto com um irmão. O caso será encaminhado para investigação pela 2ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande.