Organizadores esperam atrair grande público sábado em caminhada contra feminicídio

Sidrolândia lidera o ranking estadual (em termos proporcionais) de violência contra a mulher.

Psicóloga Aletânia Ramires, que trabalha na Coordenadoria da Mulher. - Foto: Vanderi Tomé/Região News

A Coordenadoria da Mulher da Prefeitura de Sidrolândia está mobilizando a sociedade para tentar atrair um público expressivo na caminhada contra o feminicídio programado para sábado a partir das 8 horas. A caminhada vai sair da Praça Tancredo Neves, no Bairro São Bento e irá terminar na Praça Porfiria de Brito, centro da cidade. Esta mesma manifestação acontecerá em todos os municípios de Mato Grosso do Sul, convocado pela subsecretaria estadual de Políticas Públicas da Mulher.

Sidrolândia lidera o ranking estadual (em termos proporcionais) de violência contra a mulher, abrangendo municípios onde não há delegacias especializadas da mulher. Conforme o levantamento, ano passado, foram registrados 564,82 casos para cada grupo de 100 mil habitantes; enquanto Maracaju, 2ª colocada, por este mesmo parâmetro, teve 559,52 casos por grupo de 100 mil.

Em entrevista ao Região News, a psicóloga Aletânia Ramires, que trabalha na Coordenadoria da Mulher, diz que é necessário o engajamento da sociedade no combate a cultura machista que ainda persiste, pano de fundo desta onda de violência. “Há questões culturais, econômicas e sociais, que acaba levando a este tipo de atitude dos homens”, afirma. Confira a entrevista em vídeo.

Coordenadoria da Mulher fará marcha contra o feminicídio no sábado

Sidrolândia lidera o ranking de casos envolvendo a violência contra a mulher no Matogrosso do Sul e Coordenadoria da Mulher, fará caminhada no sábado. Assista

Publicado por Regiao News em Quinta-feira, 30 de maio de 2019