Raí recebe pressão para deixar o São Paulo, mas Leco não pretende fazer mudanças em diretoria

Clube deve manter diretoria de futebol pelo menos até o fim da temporada

Vagner Mancini, Cuca e Raí conversam durante treino do São Paulo — - Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Após a eliminação do São Paulo na Copa do Brasil, Raí sofre pressão dentro do clube para deixar o cargo de diretor de futebol. O presidente Leco, no entanto, não pretende fazer mudanças na diretoria neste ano.

Raí tem recebido críticas nos bastidores do São Paulo por causa do planejamento da equipe para a atual temporada e também pelo desempenho do time hoje comandado por Cuca nas competições de 2019. O Tricolor foi vice-campeão do Paulistão, mas foi eliminado na primeira fase da Libertadores e nas oitavas de final da Copa do Brasil.

 
 

Mesmo com a pressão, a diretoria do São Paulo não pretende fazer alterações em sua estrutura até o fim da temporada. A ideia é que Raí e todo o departamento de futebol tenham continuidade.

Na última quinta-feira, uma confusão marcou o desembarque da delegação tricolor em Congonhas, após a eliminação na Copa do Brasil. O funcionário do São Paulo que agrediu um torcedor que protestava contra os jogadores foi afastado pelo clube nesta sexta-feira.