Em MS, hospitais e maternidades devem oferecer treinamento de primeiros socorros a pais de bebês

De acordo com a norma, os procedimentos de orientações e capacitação para os responsáveis deverão ser realizados antes da alta do recém-nascido.

Pais e responsáveis de bebês serão capacitados para treinamento de primeiros socorros, em MS. — - Foto: Divulgação/Maternidade Cândido Mariano

Hospitais e maternidade de Mato Grosso do Sul devem oferecer aos pais e responsáveis de recém-nascidos orientações e capacitação para primeiros socorros em caso de engasgamento, aspiração de corpo estranho e prevenção de morte súbita. A lei que entrou em vigor nessa sexta-feira (31), foi publicada no Diário Oficial com sanção do Governador Reinado Azambuja (PSDB).

O projeto apresentado pelo o deputado Marcio Fernandes (MDB), tem como justificativa prevenir tragédias com uma ação simples. " O dever de legislar em favor da população, e pela preservação da vida, e verificando, ainda, que medidas simples podem fazer a diferença em momentos de aflição”, explicou.

De acordo com o projeto, os procedimentos de orientações e capacitação para primeiros socorros deverão ser realizados antes da alta do recém-nascido. Os pais e responsáveis poderão optar em participar ou não dos procedimentos instrutivos.

Ainda de acordo com a norma, o treinamento deverá ser oferecido de forma individual ou coletiva, mas sempre de maneira presencial. A instituições deverão colocar, em local visível, cópia da lei para que seja de conhecimento de todos.

Os hospitais e maternidades também deverão informar os pais ou os responsáveis pelos bebês sobre a existência e a disponibilidade do treinamento, já durante o acompanhamento pré-natal.