Sidrolândia chega a 96,40% de cobertura e vai manter vacinação para o público-alvo

Em Sidrolândia do público-alvo de 13.0751 pessoas foram vacinadas 12.604, o que corresponde a 96,40% da meta.

Em Sidrolândia do público-alvo de 13.0751 pessoas foram vacinadas 12.604 - Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Sidrolândia foi um dos 49 municípios de Mato Grosso do Sul que atingiram a meta de imunizar 90% do grupo de risco durante a campanha de vacinação contra a gripe, que terminou na última sexta-feira (31). Segundo os dados da Sipni (Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde, do público-alvo de 13.0751 pessoas foram vacinadas 12.604, o que corresponde a 96,40% da meta, faltariam serem vacinadas 461 pessoas, que poderão ocupar os postos nesta semana.

Dois grupos numericamente expressivos (idosos e crianças de até seis anos), não atingiram os 90% de imunização, mais chegaram perto. No caso das crianças, de 3.918 esperadas, receberam a vacina 3.443 (87,88%), enquanto na faixa da população com mais 60 anos, de uma estimativa de 3.707, 89,75%, 3.327 compareceram aos postos.

Em compensação, a meta foi superada no caso das pessoas com comorbidades (doenças crônicas), de 1.629, 2.150 foram vacinadas, 131% da estimativa. Da população indígena (2.100), foram 1.985 (94.52%); também não se atingiu a meta entre as gestantes (398, 89,57%) e curiosamente entre os trabalhadores da saúde (80,51%) com 599 vacinas aplicadas.

Entre os municípios que não atingiram a meta estão Campo Grande, Dourados e Ponta Porã. A Capital e Ponta Porã estão entre as cidades com menor cobertura vacinal, segundo dados, apenas 69% do público-alvo da campanha foi vacinada.

Em Campo Grande das 169 mil pessoas se vacinaram. Em Ponta Porã, apenas das 23 mil pessoas que deveriam se vacinar, 16 mil se imunizaram. Já Dourados a cobertura vacinal atingiu 85%, o que significa que das 80 mil pessoas que deveriam se vacinar, 69 mil tomaram a dose.

Ainda segundo dados do Ministério da Saúde, das 11 macrorregiões do estado, cinco não atingiram a meta. Além de Campo Grande, Ponta Porã e Dourados, também ficaram abaixo da meta as macrorregiões de Aquidauana e Naviraí.

Acima da meta – Dados do Ministério da Saúde apontam que 49 municípios de Mato Grosso do Sul atingiram a meta de vacinar 90% do grupo de risco. Destes, 21 registraram cobertura vacinal igual ou superior a 100%. Entre os municípios que tiveram melhor cobertura vacinal estão Três Lagoas com 103%, Jardim, com 108% e Ladário com 100%.

Mortes - Em Mato Grosso do Sul, segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), 10 pessoas morreram por gripe. A última morte foi confirmada na última quarta-feira (29), em Rio Verde de Mato Grosso.

Também estão na lista mortes de uma idosa de 84 anos em Campo Grande, de um idoso, de 80 anos, no dia 25 de maio em Três Lagoas, e a de um homem, de 52 anos, no dia 27 de maio, em Inocência.

Com as confirmações, Três Lagoas lidera o registro de mortes por gripe no Estado, com cinco mortes confirmadas. As outras três mortes foram registradas em Corumbá, Aquidauana e Inocência, com uma morte por município.