Cristiane fala em nome da sua geração: 'Vai ser nossa última busca pelo sonho'

Atacante de 34 anos acredita que essa será sua última Copa do Mundo, aposta na nova safra.

Cristiane em ação no treino da seleção brasileira feminina — - Foto: Rener Pinheiro / MoWA Press

Cristiane abriu o jogo na coletiva de imprensa desta sexta-feira. Logo depois do treino da Seleção realizado em Grenoble, o penúltimo antes da estreia na Copa do Mundo, a atacante de 34 anos e cinco Mundiais no currículo falou em nome de sua geração e afirmou que essa será "a última busca pelo sonho", referindo-se ao título que o futebol brasileiro feminino ainda não tem.

A jogadora acredita que essa será sua última participação em uma Copa do Mundo, como também provavelmente será de outras da sua geração, como Marta e Formiga.

- Sempre tem uma pressão quando disputamos a Copa, de ter que trazer o título, ter que ganhar. Isso sempre existiu. Mas, para mim, é muito bacana disputar. Vai ser a última Copa para mim, não sei para a Marta. Mas temos que tentar contribuir enquanto estamos aqui. Vai ser a nossa última busca pelo sonho. Meu, da Formiga, dessa geração que está terminando - disse ela.

Cristiane abriu o sorriso ao comentar o treino desta sexta, o primeiro aberto ao público desde que seleção brasileira chegou em Grenoble. As jogadoras do técnico Vadão foram surpreendidas com uma banda formada por crianças locais, que receberam a equipe com música e muita festa.

- É bom eles virem acompanhar, as crianças também. É bacana eles conhecerem as outras atletas, porque sempre se fala nos mesmos nomes. Isso deixa o ambiente bem tranquilo e nos dá sossego para estrear bem - acredita ela.

- Na verdade, nós já descemos no samba. Depois escutamos o batuque e ficamos só curtindo um pouquinho (risos). É importante ter esse calor da torcida, a gente já não tem a família próximo. Então fica um clima um pouco mais parecido com o do Brasil - completou.