Casal é morto a facadas com requintes de crueldade em aldeia

Mulher teria sido estuprada antes de ter rosto comido por cachorros.

Arma usad no crime foi deixada no local - Foto: Cido Costa/Dourados Agora

Osvaldo Ferreira, 38 anos, e Rosilene Rosa Pedro, 34, foram encontrados mortos dentro de casa, na Aldeia Bororó em Dourados, no início da manhã desta sexta-feira (7). O duplo homicídio provavelmente ocorreu na madrugada. Vários sinais de crueldade foram encontrados no local. O crime foi comunicado pelo filho das vítimas, uma criança,na Escola Municipal Indígena Agustinho, onde estuda.

As vítimas foram assassinadas a golpes de facão e, segundo a polícia local, a mulher está amarrada e com sinais de ter sido estuprada antes da barbárie. 

Segundo o portal 'Dourados Agora', o corpo do homem foi encontrado na sala ferido com pelo menos oito golpes.

A mulher foi encontrada nua, com mãos amarradas e sinais de cinco facadas. Além disso, a polícia suspeita que ela foi vítima de violência sexual. Seu rosto da mulher estava desfigurado devido a mordidas de cachorros.

Quem comunicou o crime foi uma criança, filho do casal, que chegou na escola e disse à professora que o pai estava morto, e então a profissional acionou a polícia.

A perícia da Polícia Civil constatou que a mulher estava com o rosto desfigurado e a suspeita é de que o cachorro da família entrou na casa e devorou a face da vítima depois do crime. O autor ainda não foi identificado.