Homem executa criança de 11 anos após ordenar ajoelhar e rezar

A vítima saiu de casa em companhia do irmão, de 13 anos e de um primo de segundo grau, casado com uma prima da vítima.

Ivan Alyffer Albuquerque - Foto: PM

Ivan Alyffer Albuquerque, de 23 anos, foi preso por volta das 18h30 deste sábado (08) durante diligência da Polícia Militar que foi acionada por moradores de uma propriedade rural (Fazenda Furnas) localizada nas imediações da Producel, distante 30 quilômetros do perímetro urbano de Sidrolândia.

Ele é acusado de ter executado com um tiro a queima roupas no abdômen o primo de segundo grau de 11 anos de idade, Luiz Otávio Santana de Lima. Segundo testemunhas, antes de morrer a criança teria dito que Ivan ordenou que ficasse de joelhos e rezasse. De posse de um revólver calibre 22 efetuou o disparo. A cena teria sido presenciada pelo irmão da vítima, um adolescente de 13 anos.

Luiz Otávio saiu de casa em companhia Ivan e do irmão para caçar numa mata na região do Cerro Corá. O autor do disparo tentou fugir ao avistar a viatura da Polícia Militar numa estrada que dá acesso a propriedade rural, mas foi contido por Alécio Ribeiro dos Santos, condutor do veículo que transportava Ivan e a vítima baleada.

"Ele tentou abrir a porta para fugir pela vegetação", conta. Com a chegada dos policiais o suspeito foi colocado no compartimento da viatura. Ivan contou aos policiais que foi um disparo acidental. Uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros também esteve no local e presto os primeiros socorros a vítima que já chegou sem vida no Hospital Elmiria Silvério Barbosa.

Na residência de Ivan Albuquerque, policiais conseguiram apreender o revólver calibre 22, artesanal, um coldre de couro contendo 4 (quatro) munições de calibre 22, estando 01 (uma) deflagrada.