Contra baixo estoque, Junho Vermelho busca incentivar doação de sangue

As ações de conscientização do Junho Vermelho já começaram na Rede Hemosul do Estado.

- Foto: Edemir Rodrigues

Com a proximidade do inverno, as temperaturas começam a cair e as doenças respiratórias surgem com mais frequência. E é justamente quando a necessidade surge, é que as doações de sangue ficam até 80% menores em Mato Grosso do Sul. Para reforçar os estoques, Junho Vermelho no Hemasul promove doações em massa e nesta sexta-feira (14) comemora o Dia Mundial do Doador de Sangue.

As campanhas e ações têm como objetivo ainda estimular que doadores já cadastrados façam doações em meses mais frios, incentivar que mais pessoas se cadastrem, fazendo com que a causa alcance o maior número de pessoas possíveis. “Junho inicia um período crítico para as doações de sangue, o inverno, que afasta os doadores. As parcerias e campanhas são fundamentais para que possamos manter nossos estoques”, disse a coordenadora do Hemosul, Marli Vavas.

As ações de conscientização do Junho Vermelho já começaram na Rede Hemosul do Estado. Nesta sexta-feira (14) será celebrado o Dia Mundial do Doador de Sangue e por meio de parcerias privadas, serão oferecidos lanches especiais para os doadores do Hemosul Coordenador, na Avenida Fernando Corrêa da Costa. No Hospital Regional, na Capital e nas unidades de Dourados e Ponta Porã, o doador também terá um lanche especial.

Os locais para doação de sangue são: Hemosul Coordenador, que fica na Avenida Fernando Correa da Costa n° 1.304; o Hemosul que fica no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS); Hemosul Dourados; Hemosul Ponta Porã; Hemosul Paranaíba e Hemosul Três Lagoas.