Preço médio para novos contratos de aluguel sobem acima da inflação nos primeiros 5 meses do ano, diz FipeZap

Valor médio teve alta real de 0,84%, de acordo com a pesquisa; variação mensal em maio ficou em 0,56% - também superior à inflação.

- Foto: Divulgação

Os preços anunciados para novos contratos de aluguel subiram mais que a inflação nos primeiros 5 meses do ano. Segundo pesquisa Fipezap, o valor médio anunciado para locação de casas ou apartamentos subiu 3,5% no acumulado até maio. Já a inflação, calculada pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 2,22% no mesmo período - o que significa um aumento real de 0,84% nos preços de novos alugueis.

A variação medida pela pesquisa considera apenas os preços dos anúncios para novos contratos de aluguel residencial – ou seja, não levam em conta contratos já existentes de aluguel de imóveis, que são geralmente ajustados por índices como o Índice Geral de Preços Mercado (IGP-M).

Considerando a passagem de abril para maio, a alta dos preços também ficou acima da inflação. O aumento foi de 0,56% (na sexta alta seguida do indicador), contra o resultado de 0,13% do IPCA.

Por outro lado, a comparação em 12 meses aponta uma tendência diferente. Em 1 ano até maio, os preços do aluguel subiram 3,5%, enquanto a inflação no mesmo período ficou em 4,66%.

Preço médio do aluguel por m²

Cidade Preço em R$
São Paulo (SP) 38,17
Barueri (SP) 32,61
Rio de Janeiro (RJ) 30,67
Santos (SP) 30,56
Brasília (DF) 28,93
Média ponderada* (25 cidades) 28,79
Recife (PE) 27,86
Florianópolis (SC) 24,90
Praia Grande (SP) 22,96
Porto Alegre (RS) 22,92
Santo André (SP) 21,60
Belo Horizonte (MG) 21,60
Salvador (BA) 21,52
Campinas (SP) 21,08
São José dos Campos (SP) 20,91
Guarulhos (SP) 20,10
São Bernardo do Campo (SP) 19,86
Niterói (RJ) 19,81
Curitiba (PR) 18,88
Joinville (SC) 17,37
Pelotas (RS) 16,49
Fortaleza (CE) 16,49
Goiânia (GO) 16,43
Ribeirão Preto (SP) 16,16
São José (SC) 16,13
São José do Rio (SP) 15,39