Chuva interrompe mais de 50 dias de estiagem; temperatura cai e traz alívio para agricultura

Foram dias de aumento da incidência de doenças respiratórias, com ventania acompanhada de poeira.

Chuva fina cai sob Sidrolândia após mais de 50 dias de estiagem. - Foto: Vanderi Tomé/Região News

Com cinco dias de atraso, o inverno se apresenta em Sidrolândia, que amanheceu sob neblina e chuva fina, mas persistente, que interrompeu mais de 50 dias de seca, período de muitas queimadas.

Foram dias de aumento da incidência de doenças respiratórias, com ventania acompanhada de poeira e prejuízo para o desenvolvimento do milho plantado no final de fevereiro. A meteorologia prevê 15 milímetros de chuva hoje e 5 milímetros na quinta-feira precipitação ainda insuficiente para reverter a perspectiva de redução de até 15% na produtividade do milho safrinha ainda em fase incipiente de colheita.

 

De qualquer forma, junto com a chuva veio a queda da temperatura, que tem previsão de 15 graus hoje e 16 amanhã, voltando a casa dos 20 graus no final de semana. Não está prevista ventanias como a registrada ontem, quando uma rajada de vento derrubou o totem do restaurante do vereador Valdecir Carnevalli.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia a frente fria deve passar rapidamente pelo estado e afastar-se para o oceano, mantendo o dia nublado principalmente no centro-sul e sudeste. Nas demais áreas o sol aparece entre poucas nuvens.

A massa de ar deve passar pelo estado e provoca queda nas temperaturas hoje, mas elas voltam a aumentar a partir de amanhã, quando a baixa umidade e pouca nebulosidade favorecem o aquecimento diurno. Na sexta-feira e no sábado, dia de sol com poucas nuvens. A umidade volta a baixar a valores inferiores a 25%.

CHUVA

Pelo Estado, a chuva matinal trouxe junto o frio. Em Ponta Porã, por exemplo, os termômetros registram 9 graus, com sensação térmica de apenas cinco. Situação semelhante à de Sete Quedas (9,2 graus, sensação de 6), Dourados (frio de 13 graus, sensação de 11), Porto Murtinho (11,3 graus, sensação de 8) e Corumbá (12 graus e sensação de 7). Na Cidade Branca, o agravante dos ventos estará atingindo até 45 km/h.