No primeiro repasse, Carlos Henrique beneficia Supera e Associação da Aldeia Córrego do Meio

Foi formalizado o repasse de R$ 80 mil, recurso devolvido pela Câmara, para Supera e Associação da Córrego do Meio.

Foi formalizado o repasse de R$ 80 mil, recurso devolvido pela Câmara Municipal, para a Supera e Associação da Aldeia Córrego do Meio. - Foto: Vanderi Tomé/Região News

Em ato realizado na manhã desta quarta-feira no gabinete do prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli, foi formalizado o repasse de R$ 80 mil, recurso devolvido pela Câmara Municipal, para atender a Supera, entidade que atende deficientes físicos e a Associação da Aldeia Córrego do Meio, dedicada ao apoio a produção agrícola na comunidade indígena Terena. 

Segundo o presidente da Câmara, Carlos Henrique, ainda no primeiro semestre serão beneficiados com repasses do Legislativo economizados do duodécimo, o Hospital Elmiria Silvério Barbosa e a APAE, totalizando R$ 200 mil, com os valores liberados hoje. Na medida que sejam aprovados os planos de trabalho das instituições (análise sob responsabilidade do Executivo), serão firmadas as parcerias.

O vice-presidente da Supera, Adavilton Brandão e o da Associação da Córrego do Meio, Genilvaldo Campos, agradeceram o apoio recebido e elogiaram o presidente da Câmara e o prefeito Marcelo Ascoli, que independente de questões político-partidárias, se uniram para viabilizar o repasse dos recursos, importantes para garantir as atividades das entidades. “É a primeira vez em seis anos de funcionamento, que o poder público se mostra receptivo ao trabalho desenvolvido por nossa associação”, avalia Genivaldo, liderança da comunidade Terena.

Presidente da Associação, Genivaldo Campos, presidente da Câmara, Carlos Henrique, prefeito Marcelo Ascoli, vereador Valdecir Carnevalli e vice-presidente da Supera Adavilton Brandão. Foto: Vanderi Tomé/Região News

Já o vereador Valdecir Carnevalli, que também prestigiou o ato, confirmou que espera para o dia 13 de julho, durante a realização do tradicional leilão filantrópico em favor do APAE, programado para o Tatersal do Parque de Exposição, a liberação dos recursos para a entidade.

“Estamos empenhados no projeto para construção de mais salas para atender as 80 crianças especiais que estão na fila de espera”. Ganso, confirmou que vai doar a feijoada (com 300 convites) programada para o dia 20, também no Parque de Exposição, destinada a arrecadar recursos em favor da Supera.

A Associação da Família Indígena vai usar os recursos para compra de um trator usado que ajudará as famílias que se dedicam a produção agrícola.

 

*Matéria atualizada para acréscimo de informações.