Advogado David Olindo vai atuar em Tribunal de Júri na defesa de rapaz acusado de homicídio em Campo Grande

Higor foi denunciado por homicídio qualificado, por motivo fútil.

Advogado David Olindo atuando no julgamento de Josimar Barbosa Garai. - Foto: Vanderi Tomé/Região News

O advogado David Olindo vai atuar nesta sexta-feira em sessão da 2ª Vara do Tribunal do Júri em Campo Grande, na defesa de Higor Lopes Ferreira, acusado de ter matado na madrugada do dia 31 de maio 2018 na Avenida Narhi Siufi na Capital, Victor Hugo, de 19 anos e baleado Miguel Francisco Martins Lopes, numa briga de trânsito. Os pais do acusado são de Sidrolândia, onde moram.

Higor foi denunciado por homicídio qualificado, por motivo fútil. A defesa, representada pelo advogado David Olindo, vai sustentar a absolvição, alegando que o réu agiu em legítima defesa.

O crime aconteceu no cruzamento da Rua Pará com a Avenida Doutor Nasri Siufi, no Bairro Portal Caiobá, em Campo Grande, na madrugada do dia 31 de maio do ano passado.

Conforme a investigação policial, Higor em companhia de Pedro Martinez Filho e Cristhian da Silva Cratiu deixou a Boate Mansão Gold dirigindo seu veículo Kadett de placas CKB-0492, fechou a motocicleta pilotada pela vítima, Victor Hugo, que levava na garupa, Miguel Francisco.

A partir do quase acidente iniciou-se uma discussão e Higor, sacou seu revólver calibre .38 e fez os disparos que resultaram na morte de Victor e ferimentos em Miguel. Pedro e Cristhian foram presos, mas negaram envolvimento nos crimes, assumidos integralmente por Higor.

Na casa de Higor foram encontradas duas armas, uma delas calibre .44, além de várias munições. Na casa de Pedro foi apreendido um veículo com placa adulterada. O Kadett usado na ação chegou a ser incendiado.