Força Nacional vai continuar em MS com a segunda prorrogação de 2019

A portaria estabelece a manutenção de ações de policiamento ostensivo para prevenir e reprimir conflitos agrários por questões fundiárias e também o combate ao tráfico de drogas.

Força Nacional — - Foto: Camila Lima/SVM

A Força Nacional de Segurança Pública que está em Mato Grosso do Sul desde junho de 2016 vai continuar no estado por, pelo menos, mais 90 dias. A decisão do Ministério da Justiça e Segurança Pública é uma resposta a um pedido do Governado do Estado que solicitou a manutenção dos agentes.

A portaria estabelece a manutenção de ações de policiamento ostensivo para prevenir e reprimir conflitos agrários por questões fundiárias em Caarapó (MS) e coibir o tráfico de drogas, contrabando, armas e munições na faixa de fronteira com o Paraguai.

Esta é a segunda vez no ano que ocorre a prorrogação da permanência da Força Nacional em Mato Grosso do Sul, a primeira em 18 de março.

Em 2016, o envio das tropas foi autorizado pelo então ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, que determinou o auxílio às polícias militar, federal e rodoviária federal nos conflitos envolvendo a ocupação de terras.