Prefeitura convoca 63 professores aprovados no concurso que vão substituir contratados

Estão sendo chamados apenas professores que substituirão contratados, gerando um impacto financeiro de R$ 35.586,16.

Prefeitura de Sidrolândia publica na edição desta segunda-feira (08) a convocação dos primeiros 63 aprovados no concurso público - Foto: Vanderi Tomé/Região News

A Prefeitura de Sidrolândia publica na edição desta segunda-feira (08) a convocação dos primeiros 63 aprovados no concurso público realizado em setembro do ano passado, que terão de tomar posse a partir do dia 5 de agosto. Estão sendo chamados apenas professores que substituirão contratados, gerando um impacto financeiro na folha (sem considerar os encargos) de R$ 35.586,16. Enquanto os contratados ganham R$ 1.729,31, os concursados em início de carreira, recebem R$ 2.294,70.

O número de convocados supera o número de vagas (46) previstas no edital do concurso que teve o resultado homologado em março, seis meses após a realização das provas. Foram chamados 8 professores para atuarem em comunidades indígenas; 22 em escolas rurais e 33 na área urbana.

O concurso

O concurso foi realizado para o preenchimento de 197 vagas no quadro de pessoal da Prefeitura. Um fator limitador para a chamada de todos os aprovados é que a Prefeitura está muito próxima de extrapolar o limite prudencial de gastos com pessoal (de 51,31% da receita líquida), previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

A homologação ocorreu com atraso porque em janeiro a organizadora do concurso zerou a prova de títulos de 16 candidatos que apresentaram certificados de um curso on-line de capacitação oferecido pela Cursos Online SP do Brasil, empresa estabelecida no Rio Grande do Sul. Em janeiro a FAPEC pediu abertura de investigação ao Ministério Público (diante da suspeita de que os candidatos teriam incorrido em fraude).

Como a Promotoria arquivou o pedido de investigação, no último dia 12 de fevereiro, a Comissão Organizadora do concurso, presidida pelo secretário Renato da Silva Santos, optou por validar os certificados e manter na disputa os aprovados que liminarmente a FAPEC havia desclassificado.

Foram 8.168 candidatos inscritos; 1.034 para 55 vagas de cargos que exigem ensino fundamental de escolaridade; 5.227 para as 92 vagas de nível superior e 1.925, se interessaram pelas 50 vagas de ensino médio. Confira o edital.

Distribuição dos convocados

Professor Área indígena

3

Ensino Fundamental

Professor Área rural

2

Ensino Fundamental

Professor Área urbana

3

Ensino Fundamental

 Professor de Arte

2

Área Rural

Professor de Arte

4

Área Urbana 

Professor de Ciências

1

Área Rural

Professor de Ciências

1

Área Rural

Professor de Educação Física

2

Área Indígena

Professor de Educação Física

2

Área Rural

Professor de Educação Física

7

Área Rural

Professor Agroecologia

1

Área Rural 

Professor regente educação infantil

12

Área Urbana

Professor de História

1

Área Rural

Professor de Geografia

1

Área Rural