Sidrolândia registra 1ª morte por H1N1 em 2019, um bebê de 5 meses

Menina de 5 meses e 10 dias, de descendência indígena, morreu vítima de gripe influenza A, H1N1 há um mês.

Menina de 5 meses e 10 dias, de descendência indígena, morreu vítima de gripe influenza A, H1N1 - Foto: Divulgação

Há aproximadamente um mês uma menina de 5 meses e 10 dias, de descendência indígena, morreu vítima de gripe influenza A, H1N1. A criança deu entrada no Hospital Elmiria Silvério Barbosa às 20 horas do último dia 9 de junho em estado grave e às 22h30, duas horas e meia depois, foi transferida para Santa Casa onde acabou morrendo.

O diagnóstico laboratorial da causa morte só saiu nesta semana pela Secretaria de Saúde e o óbito incluído no boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde divulgado nesta quinta-feira. 

Neste ano 21 pessoas morreram em Mato Grosso do Sul de gripe influenza. Foram registrados 1.011 casos da doença, sendo 71 do subtipo H1N1, que não tinha até então registro em Sidrolândia. Até agora 38 pessoas morreram de influenza no país, sendo 35 de H1N1, duas de influenza tipo A e um de influenza tipo 3.