Hamilton vence pela 80ª vez na Fórmula 1 após fazer pit stop durante safety car

Bottas domina início da prova mas fez troca de pneus mais cedo, e inglês aproveita bandeira amarela

- Foto: Getty Images

Lewis Hamilton conquistou sua 80ª vitória na Fórmula 1 neste domingo, no GP da Inglaterra, e ficou apenas 11 de igualar o recorde de Michael Schumacher. Com o resultado, o piloto da Mercedes ampliou sua vantagem na liderança do campeonato para 39 pontos sobre o companheiro Valtteri Bottas, segundo colocado na prova.

Para chegar à vitória, o pentacampeão foi ajudado por uma entrada do safety car, e aproveitou para fazer sua única troca de pneus, enquanto o companheiro Valtteri Bottas já tinha parado sob bandeira verde. O finlandês, que havia largado na pole e liderava desde a largada, ainda teve de fazer um segundo pit stop a seis voltas do fim, mas assim mesmo terminou à frente de Charles Leclerc.

A quarta posição ficou com Pierre Gasly, que teve seu melhor resultado na temporada e igualou seu melhor na carreira, enquanto o companheiro de RBR Max Verstappen terminou em quinto. O holandês estava em terceiro, mas foi atropelado por Sebastian Vettel logo depois de ultrapassar o alemão - o piloto da Ferrari teve de trocar a asa dianteira, e, punido pelo incidente, acabou em 15º lugar. Depois da corrida, Vettel pediu desculpas a Verstappen.

Completaram a zona de pontuação, do sexto ao décimo lugares, respectivamente, Carlos Sainz (McLaren), Daniel Ricciardo (Renault), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo), Daniil Kvyat (STR) e Nico Hulkenberg (Renault).

O pódio

Hamilton, o vencedor: "Não posso dizer o quão estou orgulhoso de estar aqui hoje. Sou sempre grato aos (fãs) que vieram. Não poderia fazer isso sem meu time... Estou super orgulhoso de fazer parte disso.

Bottas, o segundo colocado: "Parei primeiro e estava controlando a diferença; infelizmente Lewis teve uma parada livre. Não foi meu dia, mas o ritmo foi bom e fui o mais rápido na pista. Continuarei lutando.

Leclerc, o terceiro na prova: "É provavelmente a corrida que eu mais apreciei na minha carreira. Muito feliz por chegar em terceiro e pela batalha na pista".