Sobrinho matou tio agiota em conveniência e fugiu de Camaro

Crime aconteceu na noite de terça.

- Foto: WhatsApp / Correio do Estado

A polícia identificou o assassino de Osvaldo Foglia Junior, 47 anos, morto a tiros na noite de Terça-feira (16) em uma conveniência na Rua Marquês de Lavradio, no Jardim São Lourenço, região leste de Campo Grande. Foi seu próprio sobrinho, de 32, que fugiu em um Camaro amarelo do local após o crime.

A informação foi divulgada através do boletim de ocorrência do caso, registrado na Depac do Centro. Segundo testemunhas, Júnior atua como agiota e teria ido ao local cobrar o familiar pelo pagamento de um empréstimo não pago.

Ainda de acordo com pessoas ouvidas pelos investigadores, o acusado estava no local e assim que viu o tio estacionar seu Corolla, sacou uma pistola calibre ponto 380 e atirou três vezes em sua cabeça.

Júnior, que carregava um facão no banco traseiro do veículo, morreu na hora, sem sequer soltar o cinto de segurança. O autor fugiu em seguida. Uma equipe da Polícia Miliar localizou o Camaro, veículo de luxo cuja versão zero quilômetro pode chegar a R$ 350 mil, abandonado no quintal de uma casa modesta do bairro Cristo Redentor, também na região leste, a cerca de dois quilômetros do local do crime. A dona da residência, uma idosa com problemas auditivos, foi surpreendida pelos vizinhos, que a parabenizaram pelo 'presentão'.

O acusado é dono do estabelecimento onde ocorreu o crime e segue sem ser localizado pela polícia até a publicação desta reportagem. Apesar dos relatos de que era uma pessoa tranquila, familiares confirmaram que ele e o tio se odiavam e trocavam ameaças de morte públicas. Ele tinha registro da arma na Polícia Federal, apurou osa investigadores.