'Olheiro' do crime organizado morre em confronto com o DOF

Homem atirou contra policiais ao notar aproximação de viatura.

Arma a munições foram apreendidas - - Foto: Divulgação / DOF

Jhonatan Andrade de Souza, 24 anos, morreu em confronto com policiais do Departamento de Operações da Fronteira (DOF), na manhã de hoje (22), em Paranhos. Ele é suspeito de trabalhar para o crime organizado. 

Durante policiamento para fiscalização na MS-295, equipe policial notou que Souza estava a beira da rodovia e, ao perceber a aproximação da viatura, correu para dentro de uma mata.

Quando policiais desceram do veículo para iniciar a busca, o rapaz efetuou um disparo contra a equipe e continuou a correr para dentro do matagal. Após algum tempo, ele foi localizado e novamente atirou contra os policiais, que revidaram e atingiram o rapaz.

Ele foi desarmado e encaminhado pelo próprio DOF até o Hospital Municipal de Paranhos, mas morreu pouco depois de dar entrada na unidade.

Revólver calibre .38 usado pelo suspeito foi apreendido, junto com três munições intactas, duas deflagradas e uma percutida.

No local onde houve a troca de tiros, policiais localizaram vestígios de alimentação e sinais de que ali funcionava um posto de observação sobre o policiamento na rodovia, o que indica, segundo a polícia, que ele atuava a serviço do crime organizado.

Caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Paranhos, como homicídio decorrente de oposição a intervenção policial e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.