Ana Marcela cresce na reta final e conquista ouro na maratona aquática; Viviane é bronze

Brasileira multicampeã das águas abertas fatura primeira medalha pan-americana da carreira ao vencer prova dos 10km

- Foto: Wander Roberto/COB

A brasileira multicampeã das águas abertas Ana Marcela Cunha venceu neste domingo a prova de 10 km e ficou com o ouro na maratona aquática feminina dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. A também brasileira Viviane Jungblut ficou com o bronze. A argentina Cecilia Biagioli levou a prata. Com o resultado, a baiana, que já tem no currículo o título de mulher com mais medalhas na modalidade na história dos Mundiais de esportes aquáticos (dez), conquista o primeiro pódio pan-americano da carreira - e primeiro ouro do Brasil.

- Essa é a primeira medalha de ouro na história da maratona aquática, a gente vinha de duas pratas com a Poliana (Okimoto). Acho que ela abriu muito o caminho para a gente. Eu espero continuar seguindo esse mesmo caminho em busca de uma medalha olímpica também. Acredito que esse resultado é fruto do investimento que a gente tem hoje no Rio de Janeiro, no CT do Maria Lenk. É uma conquista do Time Brasil - disse, completando:

"Muito feliz, não tinha nenhuma medalha de Pan. É minha terceira edição competindo e estou feliz de sair hoje com a de ouro"

Ana Marcela assumiu a ponta da prova e abriu vantagem de cinco metros no último quarto de competição, na marcação de 7,5 km. Nos primeiros quilômetros, ela revezou a liderança com a americana Kathryn Campbell e a argentina Cecilia Biagioli. Na última braçada, Ana faturou o ouro com impressionantes 31 segundos de vantagem sobre a segunda colocada. Confira abaixo os tempos oficiais:

1º Ana Marcela Cunha (BRA) - 2h00m51s9
2º Cecilia Biagioli (ARG) - 2h01min23s2
3º Viviane Jungblut (BRA) - 2h01min24s0

- Eu estava inteira até a sétima volta. Eu dei meu melhor para abrir o máximo possível. E depois que a gente abre é mais difícil para as meninas. Todo mundo sabe que eu nado 25 km, que é uma prova de resistência, cinco horas. É uma prova que exige mais mental do que físico. Eu até brinco que depois dos 15 é onde começa a prova. E aqui acabar só com 10 parece tranquilo. Acho que eu passo que essa imagem que está tranquilo, mas não é não - disse.

Sem medalhas no masculino

Os homens do Brasil não conseguiram repetir a boa performance neste domingo. Victor Colonese e Allan Lopes terminaram fora do pódio. Victor fez um bom início de prova, chegou a estar na liderança no quilômetro 3,8, mas depois perdeu ritmo e bateu na trave. Ele fechou os dez quilômetros na 4ª posição. Allan terminou em 12º. Ouro, prata e bronze ficaram com Equador, Argentina e Estados Unidos, respectivamente.

Confira tempos:

1º - Esteban Enderica (EQU): 1:53:46:7
2º - Guillermo Bertola (ARG): 1:54:00:0
3º - Taylor Abbott (EUA): 1:54:02.7
4º - Victor Colonese: 1:54:03.6
12º - Allan Lopes (BRA): 2:03:33.5