Vendas do comércio crescem 0,1% em junho, 1ª alta desde março

No acumulado em 12 meses, porém, setor perdeu ritmo.

- Foto: Reinaldo Canato/VEJA.com

As vendas do comércio varejista cresceram 0,1% em junho, na comparação com o mês anterior, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Trata-se da primeira alta desde março.

Já em relação a junho de 2018, houve queda de 0,3% nas vendas.

"O acumulado no ano avançou 0,6%. No acumulado nos últimos doze meses ao passar de 1,3% em maio para 1,1% em junho, sinaliza perda de ritmo das vendas e permaneceu em trajetória descendente iniciada em fevereiro de 2019 (2,4%)", informou o IBGE.

O resultado de maio foi revisado pelo IBGE para estável, ante queda de 0,1% na leitura inicial.

Economia fraca e perspectivas

Os indicadores já divulgados continuaram a mostrar uma fraqueza da economia em junho e no 2º trimestre, após uma queda de 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB) no 1º trimestre.

A indústria brasileira, por exemplo, registrou queda de 0,6% em junho e fechou o primeiro semestre com um recuo de 1,6% em sua produção. No período entre abril e junho, a indústria recuou 0,7%, na comparação com o primeiro trimestre – o terceiro trimestre seguido de contração.

A projeção do mercado financeiro para estimativa de alta do PIB deste ano permanece em 0,82%, segundo a última pesquisa Focus do Banco Central. Para 2020, a previsão de crescimento é de 2,1%.