Em sete meses, PF apreendeu o dobro de cocaína do ano passado

De janeiro a julho foram interceptadas 5 toneladas da droga no Estado.

Droga interceptada ultrapassa cinco toneladas em sete meses - - Foto: Divulgação

Nos primeiros sete meses deste ano, apreensões de cocaína feitas pela Polícia Federal em Mato Grosso do Sul já são quase o dobro do apreendido no mesmo período do ano passado. Segundo balanço divulgado hoje, de janeiro até o dia 31 de julho, foram apreendidas 5,09 toneladas de cocaína, ante 2,72 toneladas retidas em 2018.

Segundo a Polícia Federal, o resultado contabiliza ocorrências atendidas tanto pela PF quanto pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

As cinco toneladas apreendidas neste ano, além de representarem quase o dobro na comparação com o mesmo período de 2018, também já superam as apreensões ocorridas durante todo o ano passado, quando foram interceptadas 4,13 toneladas do entorpecente em todo o Estado.

Em compensação, a maconha apreendida até o fechamento de julho deste ano totalizou 37,92 toneladas da droga, enquanto no ano passado, no mesmo período, foram apreendidas 50,26 toneladas da droga e, no ano todo, 84,63 toneladas.

O crescente aumento de apreensões de cocaína e redução nas interceptações de cocaína indicam, segundo a PF, que os grandes traficantes que operam na rota Paraguai-Brasil, via Mato Grosso do Sul, podem estar migrando do tráfico de maconha para o de cocaína.