Daltro Fiuza lidera intenções de votos para 2020 em todos os cenários, mostra pesquisa Índice/RN

Foram entrevistados 402 eleitores, levando em conta a distribuição demográfica entre as áreas urbana, rural e aldeias, idade.

Ex-prefeito Daltro Fiuza e senadora Simone Tebet durante campanha eleitoral para deputado estadual em 2014. - Foto: Marcos Tomé/Região News

O ex-prefeito Daltro Fiuza (MDB) a 14 meses da eleição aparece como favorito à sucessão do prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli (PSL). Em tese inelegível, por conta de condenação judicial em segunda instância e rejeição das suas contas referentes a 2008, Daltro que já administrou a cidade por quatro mandatos, lidera todos os cenários na pesquisa de intenção de voto realizada pelo Instituto Índice encomendado pelo Região News.

Foram entrevistados 402 eleitores, levando em conta a distribuição demográfica entre as áreas urbana, rural e aldeias, idade, sexo e perfil socioeconômico. As entrevistas foram realizadas entre os dias 25 e 28 de julho. A margem de erro é de 5 pontos percentuais para mais ou para menos, com 95% de confiabilidade.

O resultado serve de termômetro do processo eleitoral, mas logicamente não antecipa o resultado de um pleito que só vai se realizar em outubro de 2020. Se Daltro será ou não candidato, a definição certamente passará por um pronunciamento da Justiça, mas de qualquer forma, deixa claro que Fiuza tem forte densidade política que o credencia a ser no mínimo um cabo eleitoral importante no processo sucessório.

Na pesquisa espontânea, Daltro apareceu em primeiro lugar com 10,25% das intenções de votos; seguido do ex-prefeito Enelvo Felini com 7%, que terá pela frente uma árdua missão; de se viabilizar dentro do PSDB sem que haja um racha no partido, já há outros nomes em busca de espaço, entre eles, Moacyr de Almeida Filho, dono da Vacaria Transportes.

O prefeito Marcelo Ascoli, está em terceiro lugar, com 4%; seguindo-se o ex-prefeito Ari Basso, com 2,5%; mesmo percentual do filho dele, Lúcio Basso; o empresário Acelino Cristaldo, tem 0,5%, enquanto outros nomes citados, somaram 1,5%. Neste critério, 72,25% dos entrevistados, preferiram não mencionar nenhum nome, num cenário de grande percentual de indecisos.

Foram testados vários cenários, em que aos entrevistados é apresentado um disco com os nomes dos possíveis candidatos. Num cenário em que os candidatos são Daltro, Enelvo, Marcelo, o policial rodoviário Vladimir Struck e o empresário Moacyr Almeida. Fiuza aparece com 33,8%; Enelvo, obteve 28,1%; o prefeito Marcelo Ascoli garantiu 11,7%; o empresário Moacyr, com 5,2% e Struck, 2%. Há 9,7% que se disseram indecisos e 9,5% rejeitaram todos os nomes mencionados.

Num cenário, com estes candidatos e mais o produtor Lúcio Basso; o quadro é o seguinte: Daltro lidera com 33,1%; Enelvo mantém a segunda posição, só que com 24,6%; o prefeito aparece em terceiro, com 10,9%, empatado com Lúcio (10,4%); Struck, tem 1,7%; há 9,8% de indecisos e 9,5% disseram que não votariam em nenhum dos nomes listados. No decorrer da semana o RN vai apresentar outros confrontos da pesquisa e dados apurados sobre popularidade e avaliação da gestão do atual prefeito.