Comandante dá detalhes de resgate do jovem que ameaçou se jogar de prédio

O comandante Lucas Medrado, detalhou a operação que contou com o apoio da Polícia Militar.

Comandante do Corpo de Bombeiros em exercício, tenente Lucas Medrado - Foto: Vanderi Tomé/Região News

O comandante do Corpo de Bombeiros em exercício, tenente Lucas Medrado, que comandou o resgate do jovem de 17 anos que ameaçava se jogar do 16º andar do edifício Solar do Ipês nesta segunda-feira (19) contou detalhes da operação em entrevista ao RN.

O comandante, detalhou a operação que contou com o apoio da Polícia Militar. Uma guarnição da PM foi a primeira a receber a denúncia de que um rapaz estava no alto do prédio. O Corpo de Bombeiros foi acionado e a partir daí, deu início o resgate emocionante, cercado de momentos tensos.

Os bombeiros precisaram fazer uma busca em cada andar para localizar o rapaz. “Foi feita uma busca até o sexto andar e o jovem, não foi encontrado, continuamos a varredura de andar em andar. Ele estava em um ponto cego, do lado de fora do prédio”, relata.

Sobre as dificuldades do resgate, o tenente relata a altura do local e as condições do prédio, ainda em construção. “A partir do décimo andar já não tinha parede nas escadas e nos últimos andares não tinha escadas, precisamos subir entre as ferragens para chegar onde o jovem estava”, comenta.

Em um primeiro contato com o adolescente, o comandante Lucas Medrado, relata a preocupação dos militares com o desgaste físico do jovem, já que as condições climáticas eram contrárias. “Foi perceptível que ele estava bastante abatido, na ocasião ventava muito, a temperatura estava um pouco baixa, então a preocupação era o desgaste físico dele, por que não sabíamos quanto tempo ele estava naquela situação”, frisa.

O tenente lembra que não houve diálogo num primeiro momento com o jovem. “Infelizmente ele não estava aberto ao diálogo, ele não conversou com a equipe. Tentamos abrir uma negociação, mas não houve retorno”. Questionado sobre os momentos de tensão, o comandante recorda que eram “quando ele soltava as mãos e um dos pés”. Confira a entrevista completa com o comandante do Corpo de Bombeiros, Lucas Medrado sobre o resgate.

 
Salvamento emocionante mobiliza bombeiros e Polícia Militar

Comandante do Corpo de Bombeiros detalha salvamente de adolescente que ameaçou se jogar do 16 andar de edifício em construção.

Publicado por Regiao News em Terça-feira, 20 de agosto de 2019