Testemunha conta que assassinos de rapaz estavam numa motocicleta

A principal linha de investigação é que Gleizer foi executado pelas mesmas pessoas que o balearam com três tiros.

O assistente de serviços gerais Gleizer Pires Rondon, 32 anos foi perseguido e morto com dois tiros por dois rapazes - Foto: Divulgação

O assistente de serviços gerais Gleizer Pires Rondon, 32 anos foi perseguido e morto com dois tiros por dois rapazes que estavam numa motocicleta. O guarda noturno W.A, que tem dois clientes na Rua Projetada 4, quando fazia seu trabalho perto do campo do Carandazal, viu os suspeitos numa motocicleta em perseguição a Gleizer que seguia de bicicleta. W.A disse ter ouvido quatro disparos.

A principal linha de investigação é que Gleizer foi executado pelas mesmas pessoas que o balearam com três tiros, numa tentativa de homicídio no Santa Marta onde morava.