Comerciante é morto por pistoleiros dois dias após sobrinho ser executado

O crime ocorreu por volta de 15h, em frente à mercearia dele, no bairro San Pedro.

Local onde comerciante foi morto por pistoleiros, agora à tarde em Pedro Juan Caballero - (Foto: Porã News)

O comerciante Adarcio Sanchez Allende, 56, foi executado por pistoleiros na tarde desta quinta-feira (5) em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS). O crime ocorreu por volta de 15h, em frente à mercearia dele, no bairro San Pedro. 

Testemunhas afirmam que o comerciante era tio de Wilson Roberto Sanchez, 32, executado com 22 disparos de pistola calibre 9 milímetros na manhã de terça-feira (3) no bairro Santa Fé, também em Pedro Juan Caballero.

De acordo com a polícia paraguaia, Adarcio Allende estava sentado em uma cadeira de fio ao lado da mãe em frente ao comércio dele quando os pistoleiros de moto chegaram e o alvejaram com vários tiros de pistola 9 milímetros. Os tiros acertaram a vítima na cabeça, na mão e no braço.

Policiais que estiveram no local do crime desta tarde não descartam a possibilidade de as mortes estarem ligadas. Há boatos na fronteira de que Wilson, executado na terça-feira, seria agiota. Como quase sempre ocorre na Linha Internacional em Pedro Juan e Ponta Porã, a polícia não tem pistas dos matadores.