Com uso de bafômetros, PM espera reduzir casos de embriaguez ao volante

Quase que diariamente são registradas ocorrências de acidentes de trânsito com condutores embriagados.

Os bafômetros serão utilizados nas operações de rotina e blitzes da Lei Seca. - Foto: Divulgação

A parir desta sexta-feira, os 12 policiais militares credenciados a atuar como agentes de trânsito vão contar com uma nova ferramenta para coibir embriaguez ao volante. A 8ª Companhia Independente recebeu aparelhos de detecção de alcoolemia. Os bafômetros serão utilizados nas operações de rotina e blitzes da Lei Seca.

Quase que diariamente são registradas ocorrências de acidentes de trânsito com condutores embriagados. Segundo o tenente coronel José Erivaldo, comandante da 8ª CIPM, com uso do bafômetro nas abordagens, a expectativa é reduzir os acidentes de trânsito.

Quem for flagrado dirigindo embriagado, com dosagem superior a 0,34 miligramas de álcool por litro expelido, vai ter a CNH apreendida, será multado em R$ 2.934,70, além de ser conduzido a delegacia.