Ramal do gás e contorno, projetos estratégicos que Gerson defende para Sidrolândia

Para Gerson Claro, o ramal do gás natural traria desenvolvimento para toda a região, ampliando as chances de investimento.

Deputado estadual Gerson Claro (PP) em entrevista ao RN - Foto: Vanderi Tomé/Região News

Presente praticamente em todos os dias de programação da Expo Sidrolândia, o deputado estadual Gerson Claro (PP), elegeu como projetos estratégicos para atender Sidrolândia, a passagem pela cidade do ramal do gás natural projetado para atender Maracaju e Dourados e a implantação do contorno rodoviário, para tirar do centro da cidade, o tráfego pesado de caminhões que passam pela BR-060.

O ramal, além de beneficiar as indústrias já instaladas (como o frigorífico da Seara); complexos de armazenagem de duas grandes cooperativas (Coamo e Lar), vai alavancar a implantação de um núcleo industrial às margens da MS-162, saída para Maracaju.  

Para Gerson Claro, o ramal do gás natural traria desenvolvimento para toda a região, ampliando as chances de investimento empresarial e consequente geração de empregos.

“A economia chega a 40% em relação ao gás GLP, sem contar que é uma fonte energética confiável e limpa, o que atrai comércio, indústria e expansão em todas as áreas, gerando emprego e renda para a população. O atendimento dessa solicitação é fundamental para a política de desenvolvimento de nosso Estado", concluiu o parlamentar.

Contorno

O projeto do contorno rodoviário, uma extensão de 9,2 entre os quilômetros 422 (saída para Campo Grande) e 432 (saída para Nioaque), dependerá de uma forte articulação com a bancada federal para garantir uma emenda coletiva no orçamento que reserve recursos no orçamento da União para a obra. “É fundamental uma ação conjunta de todos os atores políticos, Assembleia, bancada federal, Governo do Estado, para o projeto sair do papel”, destaca o parlamentar.

O engajamento de deputados federais e senadores foi solicitado por Gerson em indicação aprovada pelo parlamento estadual. Da direção regional do DNIT, pediu que seja feito o projeto para que se possa quantificar o montante de recursos necessários à execução da obra.

De acordo com o deputado, a construção do contorno rodoviário na BR-060 é urgente para ordenar o fluxo de veículos, preservando a malha asfáltica e evitando acidentes.

"A BR-060 conta com intenso tráfego de veículos, sobretudo aqueles de grande porte, que acabam passando pela avenida principal de Sidrolândia. Além de evitar o desgaste do asfalto, que não está preparado para tanto peso, o contorno rodoviário também seria de grande utilidade para evitar acidentes", justificou o parlamentar.

Conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Sidrolândia possui hoje população estimada em 57.665 habitantes, com frota de 13.276 veículos circulando diariamente.

Gerson ressalta que Mato Grosso do Sul está se preparando para tornar-se a "porta de saída do Brasil" no futuro corredor bioceânico, que vai ligar o país ao Chile, passando pelo Paraguai e Argentina.

"Com o aumento do fluxo de veículos, a BR-060 será fundamental para a ligação rodoviária bioceânica. Por isso, trata-se de uma rota de grande importância", reforçou o deputado.

A obra, que compreende trecho de 9,2 quilômetros, prevê uma interseção de nível, adequação de duas interseções existentes, a implantação de uma ponte sobre o rio Vacaria e dois viadutos em cruzamento com linhas férreas.