Prefeitura paga parcela de junho do transporte universitário e garante continuidade do serviço

Até sexta-feira serão entregues os cheques de julho e agosto, os de julho para serem descontados na próxima semana.

Os 375 estudantes que utilizam do transporte universitário estão sendo convocados para receber o cheque - Foto: Vanderi Tomé/Região News

Os 375 estudantes que utilizam do transporte universitário estão sendo convocados para receber o cheque e repassar a mensalidade referente a junho, o último mês do primeiro semestre. As empresas chegaram anunciar a suspensão do serviço a partir desta quinta-feira, mas recuaram depois que negociaram a quitação dos quatro meses em atraso até o início de outubro. Até sexta-feira serão entregues os cheques de julho e agosto, os de julho para serem descontados na próxima semana e o de agosto na primeira semana de outubro.

Atualmente o transporte tem um custo mensal de R$ 125 mil (incluindo os estudantes que moram na zona rural e se deslocam até o centro da cidade, onde pegam outro ônibus, que os levam para as faculdades em Campo Grande ou Maracaju). Em média o custo mensal por aluno da cidade até as faculdades é R$ 310,80, sendo R$ 222,00 custeados com recursos públicos e R$ 88,80, que corresponde a 40% do custo pelos estudantes.   

O transporte que já chegou a custar R$ 400 mil, por mês, com aproximadamente mil alunos beneficiados, gradativamente vem atendendo menos alunos e a partir deste ano, com o fim da gratuidade, está custando bem menos aos cofres públicos.