Flamengo admite conversas por Guarín e pede bom senso da CBF sobre desfalques com a Seleção

Tite fará convocação nesta sexta para amistosos em Cingapura, e diretoria rubro-negra calcula prejuízo em três jogos em outubro.

Bruno Henrique foi convocado por Tite na última data Fifa — - Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Líder do Campeonato Brasileiro, o Flamengo faz contas e se mostra preocupado com a próxima data Fifa, entre 7 e 15 de outubro. Tite vai convocar a Seleção nesta sexta-feira para os amistosos contra Senegal e Nigéria em Cingapura, na Ásia. Devido à distância e a longa viagem de mais de um dia de duração, a diretoria rubro-negra considera que quem for convocado desfalcará o Rubro-Negro em três jogos: contra Atlético-MG, Athletico-PR e Fortaleza.

Nesta quarta-feira, o vice-presidente de futebol rubro-negro, Marcos Braz, e o gerente da pasta, Paulo Pelaipe, em contato com a imprensa no Ninho do Urubu mostraram preocupação com as convocações. Eles não gravaram entrevistas, mas alegaram que "qualquer time no mundo sofre se perder quatro ou cinco titulares" e pediram bom sendo para a CBF.

Na última data Fifa, o Flamengo teve Bruno Henrique no Brasil, Arrascaeta no Uruguai e Berrío na Colômbia. Gabigol e Everton Ribeiro também são cotados para a lista de Tite. E no mesmo período, Reinier se apresenta à seleção sub-17 para o Mundial da categoria. Apesar de brigar judicialmente para tirar o jovem da convocação no início do mês, desta vez o clube não irá confrontar a CBF.

Guarín e Gabigol

Sobre a negociação pelo volante colombiano Fredy Guarín, Braz disse que o jogador de 33 anos foi oferecido e admitiu conversas para contratar o jogador, que está sendo analisado. Para jogar no Flamengo, ele terá que reduzir bastante o salário que recebia no Shanghai Shenhua, da China. Segundo o empresário Marcelo Ferey, o Rubro-Negro enfrenta concorrência, mas é o favorito.

Questionado sobre renovações de contrato no elenco, Braz e Pelaipe disseram que a prioridade é resolver a questão de Gabigol, que está emprestado pela Inter de Milão, da Itália, e é o único do atual plantel que não pertence ao Flamengo. As negociações já começaram quando Braz e Bruno Spindel, diretor executivo rubro-negro, foram ao país tentar a contratação de Balotelli.

Por fim, Braz e Pelaipe anteciparam a programação para o primeiro jogo da semifinal da Libertadores, diante do Grêmio no dia 2 de outubro. O Flamengo repetirá a estratégia utilizada contra o Inter e voltará a ficar concentrado de segunda a quarta-feira em Viamão, a 25 km de Porto Alegre. Depois do jogo, seguirá na capital gaúcha até a partida contra a Chapecoense, em Chapecó.