Secretaria de Saúde registra a 65ª morte por gripe em Mato Grosso do Sul

Em relação ao número de mortes, a maioria foi vítima do tipo H1N1, com comorbidade relacionada.

- Foto: Divulgação/Prefeitura de Curitiba

Um homem de 40 anos, residente em Naviraí, é a 65ª morte por gripe H1N1 em Mato Grosso do Sul, conforme boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira pela Secretaria Estadual de Saúde.

No total, o Estado contabiliza 1.454 casos de gripe, 41,43% a mais do que o registrado durante todo o ano passado.

Em relação ao número de mortes, a maioria foi vítima do tipo H1N1, com comorbidade relacionada. Do total de mortes, 27 aconteceram em Campo Grande, a última, de 18 de agosto, uma mulher de 34 anos que também tinha diabetes.

Os outros casos foram registrados em Corumbá (4), Três Lagoas (6), Aquidauana (4), Inocência (1), Rio Verde de Mato Grosso (2), Porto Murtinho (1), Mundo Novo (1), Água Clara (1), Naviraí (3), Bela Vista (1), Ponta Porã (3), São Gabriel do Oeste (1), Sidrolândia (2), Nioaque (2), Ribas do Rio Pardo (1), Deodápolis (1), Dourados (2), Fátima do Sul (1) e Paraíso das Águas (1).