Polícia encontra Hilux levada de empresário torturado por assaltantes

Caminhonete foi encontrada nesta manhã e peritos da Polícia Civil estão no local colhendo impressões digitais

Perito colhe digitais em camionete recuperada. - (Foto: Porã News)

Foi encontrada nesta segunda-feira (30) a caminhonete Toyota Hilux verde ano 2006, roubada na manhã de ontem (29) em Ponta Porã. Durante o assalto, o dono do veículo, empresário de 75 anos de idade, foi torturado pelos bandidos e teve os dois braços queimados.

As imagens da pele se soltando dos braços circularam em grupos do aplicativo WhatsApp. A crueldade dos bandidos revoltou moradores das duas cidades, que convivem diariamente com a violência.

De acordo com a polícia, a caminhonete foi localizada abandonada por policiais da 2ª Delegacia de Polícia Civil perto da Fazenda Três Coxilhas. O delegado Mikail Gouveia Faria informou ao Campo Grande News que investigadores e peritos foram ao local para colher impressões digitais deixadas no veículo pelos assaltantes.

Assalto e tortura – O empresário estava em casa com a esposa, de 66 anos, quando três bandidos pularam o muro e invadiram a residência por volta de 6h30 de ontem. Armados, os assaltantes renderam o casal e trancaram a mulher no banheiro.

O homem foi amarrado, espancado e torturado. Há suspeita de que os criminosos tenham passado com as rodas do veículo sobre os braços da vítima. Os bandidos fugiram com a caminhonete, os celulares do casal e a carteira do empresário. Ele foi deixado com ferimentos graves no braço, que teve parte da pele arrancada.

O empresário só foi socorrido depois que a mulher conseguiu escapar do banheiro e pedir ajuda para os filhos. O homem está internado em uma clínica particular em Pedro Juan Caballero, no lado paraguaio da fronteira.