Região News inicia nesta quarta, rodada de entrevistas com sete pré-candidatos a prefeito

As entrevistas serão uma oportunidade para que estas personalidades, apresentem ideias e se posicionem sobre questões.

Daltro Fiuza, Adilson Brito, Valdecir Carnevalli, prefeito Marcelo Ascoli, Enelvo Felini, Moacyr Almeida e Vladimir Struck - Fotos: Vanderi Tomé/Região News

A pouco mais de um ano das eleições municipais, o Região News vai promover a partir desta quarta-feira, dia 2 de outubro, a primeira rodada de entrevistas com os pré-candidatos a prefeito de Sidrolândia. O primeiro da série será o ex-prefeito Daltro Fiuza (MDB). Estão sendo agendadas entrevistas com os vereadores Adilson Brito (PROS) e Valdecir Carnevalli (PSDB); o prefeito Marcelo Ascoli (PSL); o ex-prefeito Enelvo Felini (PSDB); o empresário Moacyr Almeida (PSDB) e o patrulheiro rodoviário federal, Vladimir Struck (PSL).

As entrevistas serão uma oportunidade para que estas personalidades políticas, que até aqui manifestam intenção de disputar a Prefeitura, apresentem ideias, se posicionem sobre questões de interesse público, como por exemplo, encarar a gestão da saúde pública, melhorar o nível da educação, gerar empregos e tirar da vulnerabilidade social boa parte das famílias assentadas, reféns ainda de programas sociais e de transferência de renda para sobreviver.

Até o período das convenções, em junho de 2020, haverá uma longa trajetória de negociações, mudanças partidárias, que pode alterar ou complementar o atual cenário de candidatos. Muitos dos que se apresentam agora como pretendentes ao posto de prefeito, ficarão pelo caminho, por não terem conseguido agregar forças políticas e partidárias.

O ex-prefeito Daltro Fiuza, apontado pelas pesquisas como favorito, precisará vencer os obstáculos da inelegibilidade decorrente da sua condenação (confirmada no STJ) num processo movido pelo Ministério Público que encontrou indícios de improbidade numa lei aprovada no final de 2008, que fixou os subsídios do prefeito, vice, secretários e vereadores, a partir de 2009.