Chacina deixa três mortos e um baleado em fazenda

Mesmo ferido na boca, sobrevivente foi quem correu para pedir ajuda.

- Foto: Diário Corumbaense

Três homens foram mortos na tarde deste domingo (13), na fazenda Coqueiro, que fica localizada na estrada que vai para Forte Coimbra, distante cerca de 17 quilômetros do acesso à BR-262, em Corumbá. Uma quarta vítima, de 27 anos, baleado na boca, foi quem pediu socorro em uma propriedade vizinha e em seguida, às polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal e os Bombeiros.

Fonte ouvida pelo Diário Corumbaense disse que o triplo homicídio aconteceu entre 13 e 14 horas. “Um corpo estava na sede, outro entre duas casas e a terceira pessoa estava dormindo quando foi executada. O Vinícius, mesmo ferido, conseguiu escapar do assassino e pediu ajuda”, descreveu. Duas das vítimas fatais teriam sido baleadas na cabeça e a terceira, levou dois tiros no peito.

Ainda de acordo com a fonte, os três mortos e a vítima que sobreviveu são de Guia Lopes da Laguna e vieram fazer serviço de empreitada. Sobre o autor dos crimes, a informação é que se trata de um homem, ainda não identificado, que estava trabalhando em outra fazenda e foi procurar serviço na propriedade. Sobre o que motivou as execuções, há uma versão de que pode ter sido por dinheiro. “Na sexta-feira, o arrendatário da área trouxe dois mil reais para pagar o pessoal. O assassino pode ter matado para roubar. Ele fugiu em um Fiat Strada, de cor branca que estava na fazenda”, contou a fonte.

As vítimas foram identificados como Pedro Carlos Aquino, 45 anos; Jocemar Gonçalves dos Santos, de 36, e João Estevão Cáceres, de 50.

Por volta das 23h10 do domingo, equipe dos Bombeiros foi acionada para combater incêndio em veículo Fiat Strada/1999, placas AIO-2216, de Guia Lopes da Laguna, que estava em uma mata, parte alta da cidade.

O carro em chamas foi identificado como o usado na fuga do acusado da chacina.