Colorados vibram com retomada das vitórias: 'Agora é só pensar na frente'

Guerrero e Pottker comentam ainda sobre protesto da torcida, que não cantou em favor do time em boa parte do 2 a 1 sobre o Fluminense, neste domingo

Paolo Guerrero destacou doação dos jogadores dentro de campo — - Foto: Ricardo Duarte/DVG/Inter

Ainda que diante do silêncio da torcida, que não cantou no primeiro tempo em protesto à fase do time, o Inter voltou a vencer no Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo, ao fazer 2 a 1 no Fluminense, no Beira-Rio, pela 31ª rodada. Segundo os jogadores, apesar da falta de apoio das arquibancadas, eles buscaram "esforço maior" para construir o placar favorável na etapa inicial.

William Pottker foi o responsável pelos dois gols colorados. No primeiro deles, se aproveitou de rebote de Muriel em chute de Guerrero para mandar à rede. O peruano deixou o campo chateado com a diminuição da ajuda da torcida, mas destacou o empenho dos atletas para retomar o caminho das vitórias.

– A gente um pouco desmotivado pelo clima dentro do estádio. Ficamos tristes em não poder contar com nossa torcida. Todos os times são bons, os jogos são pegados. Foi difícil ganhar, mas todos os jogos até o fim do ano vão ser assim. Tem que se doar dentro do campo. Agora é só pensar para frente, que essa vitória dá uma confiança maior – comentou Guerrero.

– Não foi o não apoio da torcida. Foi uma minoria que nos criticou do início ao fim. Dar os parabéns ao D'Alessandro, que tem uma grandeza enorme, buscou o apoio de grande parte da torcida. Vamos buscar os objetivos do clube, que estão acima dos nossos objetivos pessoais – afirmou o melhor da partida.

Com a vitória, o Inter ganha a posição do Corinthians e sobe para a sétima posição na tabela, com 49 pontos. E o próximo jogo é justamente contra o Timão, no outro domingo, às 16h, em São Paulo.