Coamo inaugura dia 25 complexo industrial em Dourados, investimento de R$ 750 milhões

A capacidade de processamento da indústria de esmagamento é de três mil toneladas de soja por dia.

A obra foi lançada em dezembro de 2016, mas a construção só começou em agosto do ano seguinte. - Foto: Assessoria de Imprensa/Coamo

A Coamo – Cooperativa Agroindustrial, inaugura no próximo dia 25, em cerimônia programada para começar às 10 horas, a indústria de processamento de soja e refino de óleo que construiu em Dourados, um complexo industrial em que foram investidos R$ 750 milhões, com previsão de gerar 300 empregos diretos.

A obra foi lançada em dezembro de 2016, mas a construção só começou em agosto do ano seguinte. A indústria vai processar 15 milhões de sacas de soja por ano. A capacidade de processamento da indústria de esmagamento é de três mil toneladas de soja por dia, enquanto a produção de óleo é de 720 toneladas/dia.

O sistema de armazenamento de grãos tem capacidade para absorver 81 carretas bitrem por hora. A planta inclui posto de combustível para abastecer exclusivamente os veículos próprios e subestação de energia elétrica instalada em ambiente fechado.

Fundada em 1970 por agricultores paranaenses, a Coamo conta com 118 unidades em 68 municípios do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Recebe a produção agrícola de quase 30 mil associados. Em Mato Grosso do Sul, possui 13 entrepostos para compra e armazenamento de grãos.