Prefeitura suspende convênio do ‘vale’ com Sindicato dos Servidores

Há estimativa é que o Sindicato acumule uma dívida superior a R$ 300 mil.

Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sidrolândia - Foto: Vanderi Tomé/Região News

A Prefeitura de Sidrolândia decidiu suspender o convênio com o Sindicato dos Servidores Públicos para desconto em folha das compras e serviços que os funcionários contratassem em empresas conveniadas à entidade sindical. Há estimativa é que o Sindicato acumule uma dívida superior a R$ 300 mil, embora as parcelas tenham sido descontadas nos salários e os valores repassados.

A Controladoria Geral criou um grupo de trabalho para investigar a situação, mas caberá ao Ministério Público investigar as contas do Sindicato.

Não é de agora que o Sindicato tem atrasado o pagamento dos comerciantes que gradativamente suspenderam as vendas mediante os vales emitidos pelo Sindicato. Muitos servidores usavam os "vales" para as compras do mês, abastecer o carro. Só uma oficina conveniada tem mais de R$ 5 mil em notas de serviços prestados a servidores que não apresentaram "vales".

A Câmara Municipal também cobrou explicações do presidente do Sindicato. Os vereadores cobram uma prestação de contas da entidade.