Sampaoli diz que não ficou no Brasil porque não viu condições de enfrentar o Flamengo

Treinador explica saída do Santos e desacerto com o Palmeiras

- Foto: Ivan Storti/Santos FC

De férias em Madri, na Espanha, o técnico Jorge Sampaoli deu entrevista à agência Efe e explicou por que não acertou com nenhum clube brasileiro para 2020.

O ex-comandante do Santos argumentou que o desacerto nas negociações com o Palmeiras não ocorreu apenas por questões financeiras: também foi, segundo o argentino, porque ele não viu o clube em condições de brigar com o Flamengo pelo título brasileiro.

– Não chegamos nem a um acordo econômico nem sobre as posturas esportivas. O Brasil é um país muito exigente, o Flamengo avançou muito na comparação com os demais, e minha ideia de ficar no país era para brigar pelo torneio (Brasileirão). Isso não aconteceu – disse Sampaoli.

 

O treinador também comentou a saída do Santos. E usou um argumento parecido: que não viu o clube capaz de investir e brigar por títulos na próxima temporada.

– Para o próximo ano, o clube tinha uma transição que não permitiria fazer coisas importantes na Libertadores ou no torneio local, assim decidimos cortar o vínculo. O melhor para o Santos e para mim, não coincidindo nossas posturas, é cada um seguir seu caminho.

Sem Sampaoli, o Palmeiras acertou com Vanderlei Luxemburgo, e o Santos sonha com Juan Carlos Osorio.

Enquanto isso, Sampaoli disse não saber onde trabalhará em 2020.

– Vou para onde o futebol disser, onde eu esteja perto da expressão futebolística que me faz feliz dentro de um campo do jogo. Para um lugar em que eu certamente seja feliz.