Brasil tem quase 13,5 mil casos confirmados de sarampo em 2019, diz Ministério da Saúde

Foram 15 mortes pela doença no país. Dados do boletim epidemiológico se referem a casos notificados até 23 de novembro.

Servidores da Secretaria de Saúde do Distrito Federal aplicam vacina contra o Sarampo — - Foto: Breno Esaki/Saúde-DF

O Brasil registrou 13.489 casos confirmados de sarampo no ano de 2019, conforme os dados mais atualizados do Ministério da Saúde. Eles se referem aos casos notificados até 23 de novembro.

Os estados de São Paulo e Paraná lideram em número de casos notificados no período mais recente de circulação do vírus, de 1º de setembro a 23 de novembro.

Até essa mesma data, foram registradas 15 mortes pela doença em todo o país.

Total de casos

Foram notificados em todo o Brasil 57.5619 casos suspeitos de sarampo em 2019, mas os confirmados correspondem a 23,4% desse total. Mais de 32% desses casos permanecem sob investigação. O país teve dois surtos diferentes, um no início do ano concentrado na região Norte, e outro mais para o fim do ano, e mais difuso.

Considerando o último período analisado pelo Ministério, 17 unidades da federação identificaram o vírus do sarampo em circulação.

Do total de casos confirmados no último período de circulação do vírus, 75,8% estão em 147 municípios de São Paulo, a maioria na região metropolitana da cidade. No estado de São Paulo, houve 12.296 casos confirmados, sendo 2.702 nos últimos 90 dias. Dos 173 municípios com casos de sarampo, 45 (25,6%) não atingiram a meta de vacinação de 95% do público alvo.

Maioria das mortes foi em São Paulo

Das 15 mortes confirmadas por sarampo no Brasil, 14 foram no estado de São Paulo, nos seguintes municípios: São Paulo (5), Osasco (2), Francisco Morato (2), Itanhaém (1), Itapevi (1), Franco da Rocha (1), Santo André (1) e Limeira (1).

Houve uma morte no estado de Pernambuco no município de Taquaritinga do Norte.

Quem deve tomar a vacina contra o sarampo?

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina é a única medida preventiva eficaz contra o sarampo. Devem tomar a vacina:

  • Quem ainda não tomou as duas doses da vacina na infância e na adolescência
  • Quem não tem certeza se já tomou as duas doses deve tomar uma dose extra