Em MS, produtores fazem manutenção nas lavouras e aguardam chuva para ter sucesso na safra 2020 da soja

Mesmo com os problemas no plantio, ocorrido em meados de novembro do ano anterior, a expectativa da produção está mantida em 9,9 milhões de toneladas.

Colheita da soja avança em Mato Grosso do Sul — - Foto: Anderson Viegas/G1 MS

Os produtores de Mato Grosso do Sul, que enfrentaram problemas no cultivo da soja no ano anterior, por conta do período de seca, aguardam as "chuvas históricas de janeiro" para ter sucesso na colheita de 2020. Agora, muitos fazem a manutenção das lavouras, aplicando herbicidas e fungicidas.

Mesmo com os problemas no plantio, ocorrido em meados de novembro, a expectativa da produção está mantida em 9,9 milhões de toneladas, conforme a Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul).

No caso do agricultor Ademir Musskopf, recentemente foi feita a colheita nos 550 hectares de soja, na propriedade rural em Deodápolis, a 245 km de Campo Grande. Agora, ele diz que "respira aliviado".

O trabalho, segundo o agricultor, terminou em dezembro e esta inclusive foi a realidade de boa parte da categoria no estado: em outubro, novembro e, até o dia 6 de dezembro, ainda tinha plantadeira no campo, mostrando o nível de desenvolvimento em cada área cultivada.